Carregando...

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

Flávio Dino reúne prefeitos para articular ações nos 30 municípios do ‘Mais IDH’

Por 


O governador Flávio Dino e o vice Carlos Brandão recepcionaram, nesta segunda-feira (26), prefeitos e sindicalistas para apresentar o conjunto de ações que serão articuladas pelo Executivo Estadual para alavancar os indicadores sociais dos municípios contemplados com o Plano de Ação ‘Mais IDH’. A reunião, no Palácio dos Leões, teve o intuito de convocar os prefeitos a unirem esforços para viabilizar ações concretas que garantam condições de vida digna a todos os maranhenses.

As ações do Plano de Ação ‘Mais IDH’ beneficiarão os 30 municípios com menor desempenho no Índice de Desenvolvimento Humano no Maranhão, projeto que compõe o programa de governo debatido com a população durante o ano de 2014. Articulando as secretarias responsáveis pelas políticas públicas que serão implementadas já em 2015 em cada município que integra a lista daqueles com IDH mais baixo, o Estado promoverá ações focadas na promoção de qualidade de vida nesses locais.

O governador explicou aos presentes cada uma das ações que serão implementadas ao longo dos próximos meses. Os secretários que integram o Comitê Gestor detalharam as ações que serão conduzidas em cada pasta, que terão direcionamento para as áreas da Educação, Atenção Básica à Saúde, melhoria do Saneamento, Habitação, Produção Agrícola, Combate ao Analfabetismo e à Fome, entre outros.

Segundo Flávio Dino, a diretriz da gestão é garantir que esses municípios dêem um grande salto na qualidade de vida em um curto espaço de tempo, pois, pela primeira vez, terão atenção direcionada pelo poder estadual. “Tendo vontade política, vamos atrás de todas as condições financeiras e institucionais para fazer acontecer”, garantiu o governador ao explicar que está buscando pessoalmente o apoio do Governo Federal e dos municípios para realizar as ações num esforço conjunto.

O governador afirmou ainda que verbas do Fundo Maranhense de Combate à Pobreza e as parcerias com a União e outras entidades do poder público darão viabilidade a cada uma das ações.

O presidente da Federação dos Municípios do Estado do Maranhão, Gil Cutrim, enalteceu a iniciativa do governador em ouvir os prefeitos, estabelecendo um marco no diálogo entre o governo estadual e os municípios. De acordo com o presidente, essa foi a primeira vez que a maioria dos prefeitos foram convidados a estar no Palácio dos Leões. 

“Estou encantado com esta tarde que vai ficar para a história do Maranhão. Durante o encontro o governador demonstrou que conhece o nosso estado e que tem interesse em construir uma gestão participativa onde os prefeitos possam discutir a implementação de ações para que o Maranhão tenha um futuro promissor”, disse Gil Cutrim.

A reunião foi elogiada pelos prefeitos, que se comprometeram em colaborar com as ações em prol da melhoria da qualidade de vida dos moradores. “Estamos de portas abertas para receber e colaborar com esse trabalho que vai tirar o nosso município desse cenário. Queremos que Fernando Falcão seja um dos melhores lugares para se morar e, para isso, estou pronto para ajudar a elevar os índices socioeconômicos do Estado”, disse o prefeito Antonio Moacir de Santana, do município Fernando Falcão, primeiro na lista de pior IDH.

O município de Lagoa Grande do Maranhão, com 12,8 mil habitantes, está na sexta colocação no ranking. O prefeito Jorge Melo Dias afirmou que irá se empenhar para que o Maranhão possa superar o estado de extrema pobreza. “Elogio a iniciativa do governador Flávio Dino em fazer esse chamamento aos prefeitos para compor essa força tarefa. A instituição dessas políticas públicas alcançarão a população mais carente e fará com que o Maranhão possa sair desse triste cenário”, disse.

Indicadores dos municípios

O Estado está construindo um diagnóstico preliminar dos 30 municípios com menor Índice de Desenvolvimento Humano (IDH). A metodologia para levantamento dos indicadores sociais foi debatida pelo Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos (Imesc) com representantes de dez órgãos que compõem o Comitê Gestor do Plano ‘Mais IDH’.

Os dados e indicadores vão levar em consideração as ações que devem ser promovidas nas áreas de saúde e saneamento básico, renda e educação. O Imesc apresentou diagnóstico da situação atual dos municípios e destacou o trabalho das secretarias como fundamental para formação de um banco de dados que terá a função de ajudar a planejar as ações do Comitê Gestor.

Ações apresentadas pelo Comitê Gestor

Direitos Humanos:

-Promoção do acesso à documentação e à informação.

-Realização do Mutirão Mais IDH e instituição dos Comitês Municipais do Mais IDH.

-Mobilização, articulação e capacitação dos Fóruns Mais IDH.

Educação:

-Valorização do magistério.

-Melhoria da infraestrutura das escolas.

-Alfabetização de crianças e adultos.

-Investimento nas tecnologias educacionais.

Saúde:

-Implementar o monitoramento e a avaliação das atividades dos agentes comunitários de saúde.

-Potencializar ações na área da atenção básica.

-Realizar estações de saúde e busca ativa para pacientes de risco e/ou sintomáticos para endemias negligenciadas.

-Intensificar cadastro e monitoramento e vigilância em saúde com foco nas crianças (menores de cinco anos), gestantes hipertensos e diabéticos.

Produção agrícola e agricultura familiar:

-Assegura assistência técnica e extensão rural às famílias beneficiárias do plano.

-Estimular, fomentar e garantir o apoio para a promoção da segurança alimentar e nutricional.

-Promover a inserção dos agricultores familiares no mercado institucional (Programa de Aquisição de Alimentos e Programa Nacional de Alimentação Escolar).

-Coordenar e gestar a concessão de fomento para a implantação de sistemas integrados alternativos para a produção de alimentos.

Companhia de Saneamento Ambiental do Maranhão (Caema):

-Ampliação ou implementação do sistema de abastecimento pleno de água tratável na sede dos municípios

Desenvolvimento Social:

-Implantação de 30 cozinhas comunitárias

-Assessorar a politica de segurança alimentar

-Inserção dos municípios no Programa Brasil Carinhoso e Brasil sem Miséria

Instituto Maranhense de Estudos Socioeconômicos e Cartográficos (Imesc):

-Levantamento dos dados

-Realização dos diagnósticos

-Apoio aos comitês municipais

-Monitoramento das ações

30 municípios com menor IDHM

Fernando Falcão, Marajá do Sena, Jenipapo dos Vieiras, Satubinha, Água Doce do Maranhão, Lagoa Grande do Maranhão, São João do Carú, Santana do Maranhão, Arame, Belágua, Conceição do Lago-Açú, Primeira Cruz, Aldeias Altas, Pedro do Rosário, São Raimundo do Doca Bezerra, São Roberto, São João do Sóter, Centro Novo do Maranhão, Itaipava do Grajaú, Santo Amaro do Maranhão, Araioses, Governador Newton Bello, Cajari, Santa Filomena do Maranhão, Milagres do Maranhão, São Francisco do Maranhão e Afonso Cunha.




 ANUNCIE AQUI

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Mãe desesperada pede ajuda para fazer cirurgia do seu filho de 5 anos com um tumor na cabeça

A redação do blog de cara com a verdade, recebeu hoje a visita de uma mãe desesperada, que precisa com urgência fazer uma cirurgia em seu filho de apenas 5 anos.

Leia na íntegra a carta escrita pela própria mãe;

Entender a vontade de Deus  nem   sempre   é    fácil,
mas crer que ele está no comando e tem um plano para nossa vida faz a caminhada valer apena.
Esta criança a qual atende pelo nome de Davi Pimentel Oliveira precisa passar por uma cirurgia muito complicada.                                       Mas sabemos, que em nossa vida, todas as coisa que fizermos tem um proposito,  e com suas orações você poderá contribuir para a saúde desta criança.
O menino Davi mora no  povoado Tabocas município de Dom Pedro MA, e com apenas 5 anos foi detectado um tumor no cérebro e precisa urgente de uma cirurgia, sua família, é humilde, pobre e sem condições financeira para tal cirurgia, e estão contando com a ajuda de Deus  de orações dos amigos e de contribuições, para salvar a vida dessa criança, se você amigo leitor quiser contribuir com qualquer quantia pode ser pelos fones 041 99 991529814, e 041 99 992147369, nome dos pais da criança, Jaílton Fonseca de Oliveira e Adna Pimentel Oliveira. 


 ANUNCIE AQUI

Acordo prevê concurso público na rede estadual de educação

O Ministério Público do Maranhão e o Estado do Maranhão firmaram, na manhã desta segunda-feira, 26, acordo judicial estabelecendo prazo de 90 dias para a Secretaria de Estado da Educação (Seduc) apresentar um levantamento da carência de professores na rede de educação, apresentando cronograma com todas as etapas do concurso público para a área. O edital deve ser lançado até agosto deste ano.

As medidas foram assinadas pelos promotores de justiça Maria Luciane Lisboa Belo (1ª Promotoria de Justiça Especializada na Defesa da Educação), Lindonjonson Gonçalves de Sousa (Promotoria de Justiça de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa), pela secretária de Estado da Educação, Áurea Regina dos Prazeres; e pelo procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia.
Também foi estabelecido que os 4.990 contratos temporários dos professores em atividade serão mantidos, excepcionalmente, até fevereiro de 2016 ou até a nomeação dos aprovados no concurso público.
Como medida extraordinária para assegurar o direito à educação dos alunos e o cumprimento dos 200 dias letivos de aula, será realizado novo processo seletivo simplificado para preenchimento de 1 mil vagas de professor. O objetivo é evitar a interrupção do ano letivo.
AÇÃO CIVIL PÚBLICA
Em março de 2012, o promotor de justiça de Defesa da Educação, Paulo Silvestre Avelar Silva, ajuizou Ação Civil Pública contra o Estado do Maranhão questionando a abertura de processo seletivo simplificado para contratação de docentes, com o objetivo de garantir a realização de concurso público. A ação tramita na 4ª Vara da Fazenda Pública.
Com o acordo, o Estado do Maranhão reconhece a necessidade de realizar o certame e contratar docentes por meio do concurso público. "Esse é um momento histórico, pois o Ministério Público consegue suspender uma demanda judicial e garantir o respeito à Constituição Federal", avaliou Luciane Belo.
Presente à assinatura do acordo, o promotor de justiça Paulo Avelar destacou que a intenção do Ministério Público sempre foi assegurar o cumprimento da lei e os direitos dos estudantes. "A educação deve ser planejada e o corpo docente selecionado por concurso. Estamos satisfeitos com o encaminhamento do caso".
No mesmo sentido, o promotor Lindonjonson Gonçalves enfatizou que construir a qualidade na escola pública é dever de todos. "Esse acordo inicia uma correção de distorções e trata a escola pública como vetor de qualidade".
Já o procurador-geral do Estado, Rodrigo Maia, enfatizou que, por convicção do governador e de toda a equipe do Poder Executivo Estadual, o Estado não vai manter demandas judiciais que contrariem o interesse público. "O Estado do Maranhão se posiciona, agora, como um realizador espontâneo dos direitos fundamentais".
Para a secretária de Estado da Educação, Áurea Prazeres, a parceria com o Ministério Público é fundamental para refletir e planejar, a médio e longo prazo, a educação. "Com esse acordo, estamos cumprindo a obrigação do Estado. A educação merece respeito".
Redação e fotos: Johelton Gomes (CCOM-MPMA)

 ANUNCIE AQUI

sábado, 24 de janeiro de 2015

Secretário Municipal de Infraestrutura de Gonçalves Dias visita obras nos povoados do município

 Decaracomaverdae












A equipe do Blog De Cara com a Verdade acompanhou o Secretário Municipal de Infraestrutura de Gonçalves Dias, Gilmar Nascimento, juntamente com o Vice Prefeito, Djalma Fernandes, que estava representando o Prefeito Vilson Andrade, neste Sábado (24/01) nos povoados Baixão Grande e Olho Dágua Seco, onde realizaram visitas em três obras, e  destacaram o avanço dos serviços realizados pelo prefeito
A primeira obra a ser visitada pelo secretário e pelo vice prefeito  foi a construção da ponte de concreto do povoado Baixão Grande, onde  os serviços estão bem avançados. No momento da visita os mesmos ressaltaram a importância daquela ponte para a população da comunidade, ponte esta que durante toda a administração passada causou grandes transtornos para os moradores pois a qualidade era terrível e oferecia grande perigo para as pessoas que precisavam usá-la todos os dias, mais agora na gestão de Vilson Andrade, que se preocupa com a segurança da população, esse problema será totalmente resolvido.
Ainda no povoado Baixão Grande realizou-se a visita da construção da quadra de esportes que também está bem avançada. No momento da visita o jovem Luis Carlos, morador da localidade falou da importância daquela quadra para os jovens, que muito em breve teram onde se encontrar e realizar esporte e ter um lazer de qualidade, e em nome dos jovens agradeceu ao secretário, ao Vice Prefeito e ao Prefeito Vilson Andrade pela grande obra que beneficiará a todos do povoado e das comunidades vizinhas.

Em seguida partimos para o povoado Olho Dágua Seco, onde fomos visitar a construção de mais uma quadra de esportes, o secretário Gilmar Nascimento juntamente com o vereador Oziel, que é representante da comunidade, destacaram o quão importante é para os jovens da comunidade uma quadra esportiva de qualidade que dará mais diversão, lazer e entretenimento para todos, além de incentivar ainda mais a prática de esportes.
Nessas visitas aos povoados podemos acompanhar de perto como andam as obras da prefeitura de Gonçalves Dias, sendo que todas estão a todo vapor e com as construções bem adiantadas e destacamos aqui o empenho do prefeito Vilson Andrade e da sua equipe de governo, em melhorar cada dia mais a qualidade de vida dos Gonçalvinos, mostrando assim o respeito e responsabilidade da administração do prefeito Vilson.










 

Decaracomaverdade

 ANUNCIE AQUI

sexta-feira, 23 de janeiro de 2015

Denúncia do MPMA resulta em prisão de empresário condenado por sonegação

Prisão é resultado de Denúncia oferecida, em junho de 2009, pela Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís
logo mp
Como resultado de Denúncia oferecida pelo Ministério Público do Maranhão (MPMA), por meio da Promotoria de Justiça de Defesa da Ordem Tributária e Econômica de São Luís, foi preso, em 22 de janeiro, em São Luís, o empresário José Maria Machado Martins, devido à sonegação de Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) no valor de R$ 767.944,86.

Martins era proprietário e administrador da empresa L. L. Martins. Réu em sete autos de infração, o empresário foi condenado a cinco anos e seis meses de reclusão, em regime semiaberto.
A Denúncia é de autoria do promotor de justiça José Osmar Alves. Na manifestação ministerial, datada de junho de 2009, o promotor relata que, em maio de 2005, Martins requereu o registro da empresa à Junta Comercial do Maranhão, sob o nome de Luísa Lobato Martins. Durante as investigações, a proprietária formal da empresa foi intimada para prestar depoimento.
No entanto, ao invés de comparecer à delegacia, quem compareceu foi José Maria. Na ocasião, ele relatou que era empregado da empresa, na função de serviços gerais, sem vínculo empregatício formal. Ele estaria representando sua prima Luísa Martins, mas as apurações demonstraram que José Maria realmente era cunhado de Luísa.
Ela havia falecido em abril de 2005, pouco mais de um mês antes do registro da empresa. Uma perícia comprovou que assinatura de Luísa Martins tinha sido falsificada.
Motivadas por denúncias, apurações realizadas provaram que José Maria Martins comandava uma rede de sonegação, baseada no registro de empresas em nome de terceiros. Também ficou comprovado que o empresário preso tinha, ao menos, sete firmas individuais, registradas em nome de "laranjas", entre elas, Luísa Martins. Outras três empresas foram registradas por Martins sob o nome de três pessoas falecidas.
PARTICIPAÇÃO
O representante do MPMA verificou que José Maria era o real mentor intelectual dos crimes denunciados. Para a realização dos delitos, Martins contratou o contador Edeilton Moreira Silva, também réu na denúncia, que encaminhou o registro de três das empresas ligadas a Martins (L L Martins, J Lima Ferreira e J L C dos Santos).
Além do registro das empresas em nome de terceiros, o empresário falsificava as assinaturas dos "laranjas", como a do próprio irmão, Paulo Sanches Martins (viúvo de Luísa Martins), em cujo nome também registrou uma das empresas que operava.
As ações do empresário preso foram comprovadas pelas "comunicações de pendências" enviadas por um escritório de contabilidade, alertando-o sobre suas práticas fiscais irregulares na condução dos negócios da empresa L L Martins.
No curso das investigações, o outro réu da denúncia, Edeilton Silva relatou à polícia que havia sido procurado por Luísa Martins para constituir a empresa L. L. Martins. Também contou que trabalhava na Junta Comercial, sem escritório estabelecido, abordando as pessoas que chegavam ao local, pedindo informações sobre como registrar uma empresa.
Silva também alegou que, no caso das três empresas ligadas a Martins, limitou-se a preparar a documentação e providenciar os registros, sem, entretanto, preocupar-se com a identificação das pessoas que estavam contratando seus serviços.
PEDIDOS
Após a prisão, José Machado Martins foi encaminhado ao Centro de Triagem de Custódia de Presos do Complexo Penitenciário de Pedrinhas.
O mandado de prisão foi expedido pela juíza auxiliar de entrância final, que responde pela 8ª Vara Criminal da Comarca de São Luís, Patrícia Barbosa. A ordem judicial cumprida pelo titular da Delegacia de Fazenda da comarca,  Fernando Belfort.
Redação: CCOM-MPMA
 
 ANUNCIE AQUI

Imagens: veja como brasileiro foi fuzilado na Indonésia por tráfico de drogas

http://www.tribunadebarras.com/
Por fuzilamento: Entenda como funciona a execução no país asiático:  
F. NA IDONENCIA
A morte por fuzilamento do brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira de 53 anos, foi confirmado pela Indonésia por volta das hs 15:45 deste sábado (17) horário de Brasília. Além dele, outras cinco pessoas seriam executadas.
Marco foi o primeiro brasileiro na história executado por pena de morte em tempos de paz ele havia sido preso em 2003 e condenado em 2004 por tráfico de drogas.
34




Via http://www.louremar.com.br/ 

O brasileiro Marco Archer Cardoso Moreira, 53 anos, escolheu ser executado de pé e vendado. É o que revela uma reportagem da Folha de São Paulo publicada nesta quinta-feira(22). Ele tinha a opção de ficar sentado ou de joelhos e ainda de não estar vendado.
A reportagem mostra a foto do local do fuzilamento. São cinco cruzes de madeira na ilha de Nusakambangan, no interior da Indonésia. O brasileiro ficou na segunda cruz da esquerda para a direita e foi atingido por um único tiro de fuzil no peito.
Pelas normas de execução, são postados 12 atiradores para cada condenado. No sábado, além do brasileiro, foram executados quatro pessoas lado a lado. Em cada pelotão de 12 atiradores, somente três fuzis estão com munição letal, o restante está municiado com balas de festim. Os atiradores ignoram quem está com a arma capaz de matar. Os condenados tem que vestir uma camiseta branca e é feia uma marca no peito para facilitar a mira dos atiradores.
Depois da execução, relata a matéria, o corpo do brasileiro foi então vestido com um terno preto, cedido pelo governo da Indonésia, e colocado num caixão branco, onde seguiu para ser cremado numa folha de bananeira. Um homem se encarregou de quebrar com um pedaço de madeira os ossos do brasileiro que não foram totalmente carbonizados, ainda de acordo com a “Folha”, As cinzas de Marco foram entregues à tia
Um outro brasileiro, Rodrigo Gularte, 42 anos, também condenado à morte na Indonésia, teve na terça-feira (20) o pedido de clemência negado. Ele foi preso em 2004 quando tentava entrar no país com seis quilos de cocaína.

  ANUNCIE AQUI

Sampaio vence superclássico contra o Moto e está na final da Super Copa

O Tricolor derrotou o rival Moto Club, de virada, na noite desta quinta-feira (22), no estádio castelão e agora decide o título da Super Copa do Maranhão no domingo contra o Náutico-PE


 
 (Diego Chaves/O Imp/D.A Press)
O Sampaio Corrêa vai disputar o título da Super Copa Maranhão no próximo domingo (25) contra o Náutico-PE. O Tricolor garantiu a vaga após vencer o superclássico maranhense contra o Moto Club, na noite desta quinta-feira (22), no estádio castelão.

Os times maranhenses fizeram um confronto movimentado. Os rubro-negros saíram na frente do placar. Logo aos oito minutos do primeiro tempo, Kléo deixou sua marca, abrindo o placar. Porém não deu tempo para comemorar, pois três minutos depois, aos 11 da primeria etapa, Leomar marcou de cabeça e empatou o jogo para o Sampaio. Ainda no primeiro tempo, o estreante Gil Mineiro recebeu cruzamento e, após insistência, virou a partida para 2 a 1.


Mesmo continuando muito movimentado com chances para os dois times, o placar se manteve por todo o restante do primeiro tempo e segundo tempo.

O Sampaio disputará o título da competição regional contra o Náutico-PE, que mais cedo derrotou o Vitória-BA, também no estádio Castelão.

Premiação
O campeão da Supercopa ganhará R$ 100 mil, enquanto o segundo colocado levará R$ 80 mil. Os outros dois, no caso terceiro e último colocado ficarão com R$ 60 mil.
O Imparcial

 ANUNCIE AQUI

Representantes de ONG de direitos humanos norte-amerciana visita Pedrinhas

Os técnicos da Human Rights Watch (HRW), conheceram os primeiros resultados práticos da nova política de disciplina e das audiências de custódia adotadas pelo Governo do Estado


Juiz Fernando Mendonça, representantes da Sejap e de ONG em visita a celas de detentos em Pedrinhas (Divulgação)
Juiz Fernando Mendonça, representantes da Sejap e de ONG em visita a celas de detentos em Pedrinhas
Representantes da organização não governamental nova-iorquina, Human Rights Watch (HRW), e da Rede Justiça Criminal nacional visitaram, na manhã desta quinta-feira (22), o Complexo Penitenciário de Pedrinhas. Os técnicos, que acompanham a aplicação dos direitos humanos nas cadeias do Brasil e no mundo, conheceram os primeiros resultados práticos da nova política de disciplina e das audiências de custódia adotadas pelo Governo do Maranhão, por meio da Secretaria de Estado de Justiça e de Administração Penitenciária (Sejap).

O convite foi feito pelo juiz Fernando Mendonça, titular da 2ª Vara de Execuções Penais (VEP). "Hoje todo preso precisa ser ouvido nas primeiras 24 horas de sua detenção. Esse procedimento é feito no próprio Fórum Desembargador Sarney Costa, no bairro Calhau, e ajuda a Justiça a ter uma confirmação mais precisa sobre o processo investigatório. A intenção aqui é, também, mostrar a realidade aos técnicos dos órgãos representados, e receber deles sugestões e mudanças", explicou o magistrado.

Depois de conhecer as instalações do Centro de Detenção Provisória (CDP), a equipe avaliou de forma positiva os primeiros resultados da nova política de audiências de custódia. "Apesar de ver que necessita de melhorias, nas unidades de Pedrinhas não se vê superlotação”, avaliou Hugo Leonardo, diretor do Instituto de Defesa do Direito de Defesa (IDDD).

A visita foi coordenada pelo secretário da Sejap, Murilo de Oliveira; e pelo secretário-adjunto de Estabelecimentos Penais (Saep), major Frankie Ribeiro. "Felizmente conseguimos controlar o que antes parecia impossível. Hoje os presos cumprem suas penas trancados, saem nos horários estabelecidos pela legislação, e não há mais notícias nem suspeitas de entrada de armas ou drogas nas unidades da capital", disse o major.

A comitiva conheceu, ainda, as instalações da Casa de Detenção (Cadet), e lá testemunharam que houve diminuição na lotação das celas. “As avaliações devem ser transformadas em uma espécie de relatório que será devolvido ao Estado com o objetivo de contribuir na sugestão de melhorias para a manutenção do sistema”, pontuou Maria Laura Canineu, uma das diretoras da ONG internacional.

Responsável pela manutenção de escritórios em pelo menos 15 cidades em todo o mundo, a HRW também tem como prática a elaboração de relatórios sobre a violação à carta dos direitos humanos com o objetivo de chamar a atenção da comunidade internacional para os abusos cometido dentro dos presídios. No Brasil, a Rede Justiça Criminal é formada por outras sete organizações sediadas nos estados de São Paulo e Rio de Janeiro.

Também participaram da visita, representando a Human Rights Watch, os diretores Cesar Munoz e Daniel Wilkinson; e da Rede Justiça Criminal, as coordenadoras do projeto-piloto de audiência de custódia em São Paulo, Amanda Hildebrand e Ana Luiza Bandeira. O Poder Judiciário do Maranhão foi representado, ainda, pelo juiz Douglas de Melo Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos de São Luís.
O Imparcial

 ANUNCIE AQUI

Comissão de Segurança do TJMA reúne-se com Polícia Federal e Segurança Pública


O desembargador Raimundo Barros revelou as medidas que estão sendo adotadas pelo TJMA
O desembargador Raimundo Barros revelou as medidas que estão sendo adotadas pelo TJMA
A Comissão de Segurança Institucional do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA) está acompanhando todas as providências acerca do caso de violência contra o juiz titular da Comarca de Buriti, Jorge Sales, ocorrido na última terça-feira (20). Nesta quinta-feira (22), representantes da comissão participaram de reuniões na Polícia Federal e na Secretaria de Segurança Pública.
Na Polícia Federal, o desembargador Raimundo Barros, presidente da Comissão de Segurança – juntamente com o juiz Rodrigo Nina (membro da comissão e representante a Associação dos Magistrados do Maranhão), e o Major Alexandre Magno, diretor de Segurança do TJMA – acompanhou o depoimento do juiz Jorge Sales prestado ao delegado federal responsável pela investigação do caso, Ronildo Rebelo.
Após o depoimento, houve uma reunião com o superintendente da PF, Alexandre Saraiva, que se colocou novamente à disposição do TJMA e da AMMA para as providências que forem necessárias e de responsabilidade da instituição. “Quando fomos informados do ocorrido, acionamos nossas equipes imediatamente, inclusive o Grupo de Pronta Intervenção. Estamos trabalhando no caso, dentro do que é de nossa competência, os senhores podem estar certos do nosso apoio”, declarou o superintendente da PF.
O desembargador Raimundo Barros revelou as medidas que estão sendo adotadas pelo TJMA para proteger os magistrados do Maranhão e garantir o seu exercício profissional, com especial atenção ao juiz Jorge Sales, vítima desse último caso de violência.
Garantias
Da Superintendência da PF, os juízes Jorge Sales e Rodrigo Nina seguiram para a Secretaria de Segurança Pública (SSP-MA), onde juntaram-se ao presidente da AMMA, Gervásio Protásio dos Santos, e ao 2º vice-presidente, juiz Ângelo Antônio dos Santos, para uma reunião com o secretário estadual de Segurança, Jefferson Portela.
Durante a conversa, o secretário garantiu total apoio da segurança pública ao juiz Jorge Leite e revelou estar acompanhando pessoalmente os acontecimentos, junto a sua equipe de trabalho. “Quando soube do caso, em que falavam em população, achei estranho porque temos conhecimento profissional e também pessoal e sei que a população daquela região não tem características deste tipo de ato. Logo percebemos que foi algo instigado, um fato isolado. E isso é de fácil solução, com investigação e ação efetiva, com pedidos de prisão, entre outras medidas”, ressaltou Portela.
O presidente da AMMA, juiz Gervásio Santos pediu garantias sobre medidas que deverão ser tomadas a curto prazo. “Tomaremos as medidas imediatas em relação ao efetivo policial e apoio de segurança da comarca e da região e daremos andamento à investigação de crimes paralelos no caso, que são de nossa competência, juntaremos com informações da Polícia Federal, e assim partiremos para tomar medidas fortes contra os envolvidos no caso”, assegurou o delegado-geral da Polícia Civil, Augusto Barros.
O juiz Jorge Sales agradeceu o empenho e afirmou, novamente, que voltará a atuar na Comarca de Buriti assim que a reforma do fórum estiver concluída e a segurança garantida. “Não deixaria, nem deixarei a comarca por esse fato. É possível ter um município exemplar na questão de segurança pública, que não é feita unilateralmente, mas com a participação de todos da sociedade, principalmente, da população”, ressaltou o magistrado.
A posição do magistrado foi amplamente apoiada pelo secretário de Segurança e sua equipe. “Tenham certeza que a Segurança Pública dará todas as garantias para exercer seu ofício e, com a organização da secretaria, estaremos prontos para investir e atuarmos em conjunto”, completou.
O juiz Gervásio dos Santos aproveitou a oportunidade para solicitar ao secretário de Segurança um alinhamento de atuação nas comarcas do interior do Maranhão. “A Segurança tem que ter uma aproximação com os diretores dos fóruns. Sugerimos a realização de visitas, para que possamos estreitar canais com os institutos de segurança, a fim de atuarmos contra essas ações de violência contra a Justiça e reforçar as instituições nas ações de combate à violência e criminalidade”, propôs o presidente da AMMA.
Também participaram da reunião o superintendente de Polícia Civil do Interior, Dicival Gonçalves, o comandante da Polícia Militar, Cel. Marco Antônio Alves da Silva, e o coordenador do Grupo Tático Aéreo, Cel. Ismael de Sousa Fonseca.
Com informações do TJMA

quinta-feira, 22 de janeiro de 2015

Motoqueiro tenta roubar carga e acaba sendo esmagado pelo caminhão


Um homem que tentou roubar a carga de um caminhão no início da tarde desta quinta-feira (22), nas proximidades do município de São José dos Basílios, acabou morrendo tragicamente.
Ele e outro comparsa estavam numa moto amarela, com placa de Presidente Dutra, e perseguiam uma carreta com mercadorias do Comercial Arapiraca, de Santa Inês. Os criminosos atiraram contra a carreta e davam ordem para que o motorista parasse. O condutor da carreta estava com dois acompanhantes e não parou o veículo.
Em um trecho da estrada conhecido como “Curva do Açude Grande”, o motorista jogou a carreta para cima da moto que, naquele momento, só estava com o piloto; o garupa havia tentado pular para subir na carreta mas não conseguiu.
Quando a carreta foi jogada para cima da moto, ambos caíram num barranco. O criminoso que conduzia a moto foi arremessado para o local onde a carreta estava e acabou sendo esmagado. O corpo dele ficou preso às ferragens.
Já as três pessoas que estavam na cabine da carreta não sofreram nenhum tipo de lesão.