........ ........

28 agosto 2016

Temer planeja privatizar gestão de presídios, creches, hospitais e fará um pente-fino no Bolsa Família; 600 mil famílias já foram descredenciadas

Por Agência O Globo

Assim que for encerrado o capítulo do impeachment, o presidente interino, Michel Temer, terá de tomar medidas para acabar com a sensação de governo provisório e dar continuidade à construção de estabilidade e credibilidade para os próximos dois anos. Para dar a feição que seu governo quer ter, além dos já anunciados teto para gastos públicos e reforma da Previdência, Temer terá mais uma prioridade: a abertura para o capital privado em todos os setores possíveis, fugindo do formato tradicional de fazer concessões apenas na área de infraestrutura.

Entre as medidas que devem ser anunciadas após a viagem que Temer fará à China, para a reunião do G-20, estão um programa de concessões em parceria com os estados, voltado para áreas essenciais como hospitais, creches, presídios e saneamento. O modelo já é adotado por estados como Goiás e municípios como Belo Horizonte para instituições de ensino.

"Vamos acabar com o conteúdo nacional exacerbado, que só traz superfaturamento. Só vamos manter aquilo em que formos competitivos. Ao invés de generalizado, será setorizado. Temos que mudar a visão do investimento público, ampliando ao máximo as concessões. Faremos PPPs (parcerias público-privadas) para esgoto, penitenciárias, hospitais e creches, comprando vagas para as crianças. É mais racional do ponto de vista do gasto público", disse um auxiliar de Temer envolvido nos programas.

Sem dinheiro para investir e com os orçamentos comprometidos com despesas de pessoal e custeio, os estados receberão uma garantia da União, por meio de seus ativos, para fechar os contratos. O governo estuda usar os Fundos de Participação dos Estados e Municípios como uma segunda garantia para as PPPs darem certo.

O governo decidiu que não fará grandes pacotes de medidas. Prefere ir anunciando aos poucos as novidades. Para evitar a acusações de que está neglicenciando a área social, que esteve no centro das gestões petistas, Temer instituirá um prêmio para prefeitos com melhor desempenho em projetos no setor. Em 14 de setembro, Temer lançará um programa voltado às quatro milhões de crianças de 0 a 4 anos do Bolsa Família. Elas passarão a ter acompanhamento multidisciplinar semanal nos primeiros mil dias de vida, e quinzenal a partir desta idade.

600 mil famílias descredenciadas

Paralelamente, o Ministério do Desenvolvimento Social fará um pente-fino no cadastro do Bolsa Família. No último mês, 600 mil famílias foram descredenciadas por não mais atender aos requisitos do programa. Ao todo, 14 milhões de famílias integram o cadastro do programa.

Depois das eleições, Temer lançará, em parceria com as prefeituras, um programa de inclusão produtiva dos beneficiários do programa, como estímulo para deixar de receber o Bolsa Família. Os beneficiários terão linhas de crédito subsidiadas para comprar material de trabalho, como máquinas de costura, de jardinagem e mecânica, entre outros. Os prefeitos que mais incluírem esta mão de obra receberão anualmente um prêmio em dinheiro para projetos em sua cidade.

O governo dará um a dois anos de carência para o beneficiário manter o dinheiro do programa, somado a seus rendimentos do emprego. "O Bolsa-Família é uma das maiores causas da informalidade. A pessoa não quer perder o benefício, então deixa de assinar a carteira de trabalho. Vamos garantir os dois rendimentos e manter o número dos cartões. Caso a pessoa perca o emprego, ela retorna para o programa. É uma segurança e um estímulo", disse o ministro do Desenvolvimento Social, Osmar Terra.

EUA anunciam fim de prisões privadas

Nos Estados Unidos, o governo do presidente Barack Obama anunciou neste mês que vai acabar gradualmente com os presídios privatizados. Uma auditoria feita pelo Departamento de Justiça americano constatou que as unidades privatizadas têm mais problemas de segurança do que as administradas pelo governo. A redução da população carcerária registrada nos últimos três anos também pesou na decisão do governo.


Ao todo são 193,3 mil presos, dos quais 22,1 mil, o equivalente a 12% do total da população, estão em presídios privatizados. Apenas as prisões privatizadas onde permanecem imigrantes que aguardam deportação serão mantidas — total de 34 mil. As unidades privatizadas surgiram nos Estados Unidos no final dos anos 1990, por causa da superlotação carcerária. Três empresas administram esses presídios. As companhias discordam da auditoria
Gilberto Lima

EM EUGÊNIO BARROS ROGÉRIO DO CONAL E NETO DO JANJÃO REÚNEM MULTIDÃO EM CAMINHADA

         No ultimo dia 26, a partir da 16:00 horas o candidato a prefeito Rogerio do Conal, seu vice Neto do Janjão e seus candidatos a vereadores, fizeram uma grande concentração e saíram em um corpo a corpo pelas principais ruas e avenidas de Eugênio Barros. Sempre acompanhados por uma multidão de seguidores com cartazes, adesivos buzinaço e muita alegria, Rogério cumprimentou os comerciantes e trabalhadores que encontrava pelas ruas. Em um ato que demonstrou união, o povão teve momentos de muita euforia mas sempre com respeito com os rivais politicos. Pelo comportamento do grupo dos “lisos” aquela antiga politicagem do 15 (PMDB) e 22 (PR), perdeu aquele clima de guerra que existia antes, pois esse grupo que agora é liderado por novas pessoas está partindo para o campo das ideias na ânsia de debater e encontrar uma solução para os problemas que afligem Eugênio Barros. 
      A caminhada dos “lisos” reuniu aproximadamente 4 mil pessoas e demonstrou a força que tem e está intimidando os seus opositores. A quantidade de gente que participou da passeata dá a dimensão do tamanho do ROLO COMPRENSOR que está em cima dos adversários. 
      Após a parada final do evento, os candidatos a prefeito e vice-prefeito falaram das suas propostas e focaram seus discursos nos problemas mais contundentes que assolam o desenvolvimento do município.
     “Estou alegre em saber que o povo tem sido muito tolerante e aceitado a forma como conduzimos a nossa campanha e que tem constantemente acompanhado a nossa luta. Agradeço a minha equipe pelo trabalho realizado. Recebo com felicidade as novas adesões que recebemos a todo momento. As pessoas votam em mim porque acreditam no meu trabalho.” Enfatizou Rogério.
      Ainda em seu discurso, Rogério ressaltou que, para não perder tempo e evitar consequências piores, é preciso mudar as rédeas desse município, num movimento de formação de cidadãos. “A educação de qualidade, desde o básico, é a salvação, já que muitos perderam a dimensão da vida social. Educação não só da escola, mas da família.” Finalizou Rogério.




Imagens cedidas Por: Sargento Holanda


Caminhão do Exército é apreendido com três tonelads de maconha e três militares são presos em Campinas, SP


SÃO PAULO - A Polícia Civil prendeu cinco pessoas, incluindo três militares do Exército, flagradas com cerca de três toneladas de maconha na rodovia Anhanguera, em Campinas, no interior de São Paulo. A droga estava em um caminhão do Exército, que pertence ao 20º Regimento de Cavalaria Blindado (20 RCB), de Campo Grande, Mato Grosso do Sul. A droga teria saído do Mato Grosso do Sul e seria entregue em Campinas. O caminhão foi detido por volta das 2h da manhã. Houve troca de tiros entre os militares e os agentes do Departamento Estadual de Prevenção e Repressão ao Narcotráfico (Denarc). A polícia acredita que duas pessoas tenham fugido. A investigação ocorria há três meses, segundo a Polícia Civil. Uma equipe da 5ª Delegacia da Divisão de Investigações sobre Entorpecentes (Dise) descobriu que um carregamento de drogas chegaria a uma empresa desativada, utilizada como estacionamento, em Campinas. Os policiais foram até o local. Horas depois, suspeitos que estavam dentro da empresa desconfiaram da movimentação e tentaram fugir a bordo de veículos – um deles um caminhão do Exército. Houve troca de tiros. Após o confronto, dois cabos, Higor Abdala Costa Attene e Maykon Coutinho Coelho, lotados no 20º Regimento de Cavalaria, que estavam no caminhão, foram presos em flagrante e logo assumiram que o entorpecente estava no veículo. Ferido, um terceiro cabo, Simão Raul , conseguiu fugir, mas foi localizado horas depois em um hospital na região de Limeira, também no interior. O militar foi detido. Outros dois homens, que tentaram fugir em uma Fiorino, também foram presos. Segundo a Polícia Civil, eles teriam ido à empresa desativada para pegar a maconha. Foi apreendida uma pistola de calibre 380 e uma van, abandonada por outros criminosos que escaparam. Em nota, o Exército Brasileiro informou que os militares presos após serem flagrados transportando drogas em caminhão da instituição serão expulsos da corporação. "O Exército Brasileiro não admite atos desta natureza que ferem os princípios e valores mais caros sustentados pelos integrantes da Força. Diante da gravidade do fato, que desonra a instituição e atinge a nossa sociedade, os militares encontram-se presos e serão expulsos do Exército", informou a instituição, por meio de seu Centro de Comunicação Social. A instituição afirmou ainda que foi instaurado um inquérito policial militar para a apuração dos fatos e responsabilidades e disse que está à disposição para apoiar as investigações. Próxima Caminhão do Exército é apreendido com drogas e três militares são presos em Campinas, SP Seja o primeiro a comentar

jornalfloripa.com.br

Fonte: http://oglobo.globo.com/brasil/caminhao-do-exercito-apreendido-com-drogas-tres-militares-sao-presos-em-campinas-sp-20007995


Governador Flavio Dino inaugura CRAS e CREAS em Presidente Dutra

O Governo do Maranhão inaugura neste sábado (27), às 17h, os novos Centros de Referência e Assistência Social (CRAS) e Centros de Referências Especializados de Assistência Social (CREAS), no município de Presidente Dutra. A entrega será feita pelo governador Flávio Dino e pelo secretário de Desenvolvimento Social, Neto Evangelista.

Com  um investimento de mais de R$ 827 mil, os equipamentos são a porta de entrada para os programas sociais do Governo do Estado, como Bolsa Família (Mais Bolsa Família) e Pronatec.  Além disso, contam com uma equipe especializada, dentre assistentes sociais e psicólogos que realizam atendimento a crianças e adolescentes vítimas de violência ou que cometeram ato infracional, trabalho infantil e famílias situação de vulnerabilidade social.

Neste fim semana, serão entregues nove unidades de CRAS e CREAS em sete municípios do Estado. Dos 87 equipamentos previstos para serem inaugurados ainda este ano, 36 já estão em funcionamento. A iniciativa reforça o empenho do governo na política de desenvolvimento social.

Por Pedro Jorge

Impeachment: após 12 horas, termina fase de depoimentos; Dilma será ouvida na 2ª feira

Resultado de imagem para imagem dadilmaApós mais de 12 horas de depoimentos neste sábado (27), foi concluída a fase de oitivas das testemunhas de defesa e de acusação do julgamento do processo de impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff. O último a depor nesta fase foi o professor de direito tributário da Universidade Estadual do Rio de Janeiro (Uerj) Ricardo Lodi Ribeiro, que falou como informante.
Brasília - Professor de Direito da Uerj, Ricardo Lodi é ouvido na condição de informante durante o terceiro dia da sessão de julgamento do impeachment da presidenta afastada Dilma Rousseff (Marcelo Camargo/AgênciaLodi foi questionado por 13 dos 81 senadores, além do advogado de defesa José Eduardo Cardozo e da acusação Janaina Paschoal. Na avaliação de Lodi, os decretos editados pela presidenta em julho e agosto de 2015 não eram considerados infração até aquela data pelo Tribunal de Contas da União, que só em outubro mudou seu entendimento. “Não entro no mérito dessa mudança ser positiva ou negativa. Naquela momento em que foram editados os decretos, esse entendimento não existia”, disse.
Ao ser questionado pelo senador Magno Malto (PR-ES), que Dilma teria alterado a meta e “limpado a cena do crime”, Lodi disse que não houve crime então, “não houve limpeza de cena”. O depoimento de Lodi durou cerca de três horas e o presidente do Supremo Tribunal Federal (STF) e dos trabalhos, Ricardo Lewandoswski pediu, no início do depoimento, para que o professor se limitasse a responder às perguntas sobre o aspecto técnico e não se manifestasse politicamente. Hoje também foi ouvido o ex-ministro da Fazenda Nelson Barbosa, que respondeu às perguntas dos senadores por mais de oito horas.
Sessão convocada
Ao término dos trabalhos, o Lewandoswski convocou a continuidade da sessão de julgamento do processo de impeachment para segunda-feira (29), quando a presidenta afastada Dilma Rousseff fará sua defesa pessoalmente no plenário do Senado. Dilma terá 30 minutos iniciais, que poderá ser prorrogado por mais 30, e cada senador poderá fazer questionamentos por até cinco minutos, as quais Dilma poderá responder, ou não, e utilizar para isso o tempo que julgar necessário.
Até o momento já se inscreveram para questionar Dilma 47 dos 81 senadores. A presidenta afastada estará acompanhada de cerca de 30 pessoas, entre ex-ministros, presidentes de partidos aliados, assessores e do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.
Neste domingo, às 11h, os defensores doimpeachment vão se reunir no Senado para traçar estratégias sobre os questionamentos que farão a Dilma e os próximos passos do processo. Aliados de Dilma também terão reuniões neste domingo com a presidenta afastada, mas no Palácio do Alvorada, para se preparar para a sessão de segunda-feira.
Ag Brasil

Em jogo de quatro gols, Moto e Atlético-AC empatam no Castelão

Moto x Atlético-AC (Foto: Zeca Soares)
No primeiro encontro entre Moto e Atlético-AC pelas quartas de final da Série D, as duas equipes ficaram no empate, na tarde deste sábado no Castelão. O Rubro-Negro saiu na frente com Marcos Paullo, ainda no primeiro tempo, enquanto Alfredo e Eduardo marcaram para os visitantes e o Moto garantiu o empate com Thiago Miracema.
Com o resultado, quem vencer na partida de volta garante a vaga na Série C, com o Moto jogando por um empate a partir de 3 a 3, enquanto o Atlético-AC joga até por 1 a 1. O jogo de volta será realizado no próximo domingo, às 19h.
Moto sai na frente
Logo no primeiro minuto do jogo, Marcos Paullo aproveitou uma sobra de bola e abriu o placar para o Moto. O Rubro-Negro manteve a pressão e, novamente com o meia, chegou com perigo. Após os 15 minutos, o Atlético-AC conseguiu chegar, com cruzamentos de Alfredo, mas Rafael errou o cabeceio
O jogo caiu de ritmo e as duas equipes erravam muitos passes. Rafael Barros voltou a aparecer com perigo, mas no cruzamento, Márcio Arantes fez a defesa. No minuto final da primeira etapa, Curuca recebeu passe dentro da área, mas chutou por cima do gol.
Virada e novo empate no Castelão
Logo aos seis minutos do segundo tempo, Alfredo aproveitou a cobrança de escanteio e empatou para o Atlético-AC. Com o Galo apostando na velocidade, aos 17 minutos, Eduardo invadiu a área e marcou o segundo dos visitantes, virando o placar no Castelão.
Apesar disso, logo aos 20 minutos, Thiago Miracema apareceu no ataque do Moto e chutou forte, contando com um desvio do zagueiro, para fazer o segundo dos donos da casa e deixar tudo igual. Nos minutos finais, as duas equipes revezaram momentos ofensivos, mas ninguém voltou a balançar as redes no Castelão. 
http://globoesporte.globo.com/ma

27 agosto 2016

Moto Club inicia duelo pelo acesso para a Série C diante do Atlético-AC

Jogadores do Moto comemoram gol no Castelão pela Série D do Brasileiro (Foto: Biaman Prado/O Estado)
Após dois anos o Moto está de volta às quartas de final da Série D, desta vez para encarar o Atlético-AC. Até agora foram 10 jogos disputados pelo Rubro-Negro, que terá dois confrontos decisivos contra os acreanos para definir um dos novos representantes na Série C de 2017. 
Para os primeiros 90 minutos do jogo, o técnico Ruy Scarpino contará com a força máxima do Moto. Sem jogadores titulares no DM ou suspensos, as principais alterações são as saídas de Dudu e Thiago Miracema da equipe para o retorno do ataque com Gabriel e Muller.
Nas arquibancadas, esperando contar com o apoio do torcedor, o Rubro-Negro disponibilizou inicialmente uma carga de 10 mil ingressos, que poderá ser aumentada caso o lote seja esgotado. A expectativa é que o confronto supere os 8.416 torcedores do jogo contra a Juazeirense, onde o Moto registrou o maior público de sua campanha até o momento na Série D.
- Estamos com o pensamento de chegarmos à Série C. Isto está incutido na cabeça dos jogadores. Esta sintonia do grupo com a torcida, que acredito que vai comparecer no sábado, vai ser o cenário perfeito para nossa grande atuação - disse Scarpino.
Além disso, os comandados de Ruy Scarpino também apostam no bom retrospecto no Castelão. Em cinco jogos, realizados no Gigante do Outeiro da Cruz, foram quatro vitórias e apenas um empate, ainda na fase de grupos, além de ter sofrido apenas um gol.
O jogo
Local: Castelão, em São Luís (MA)
Horário: 17h
Arbitragem: Heber Roberto Lopes (SC-FIFA), auxiliado por Thiaggo Americano Labes (SC) e Éder Alexandre (SC).
Provável escalação: Márcio Arantes; Diego Renan, Fred, Wanderson e Chico Bala; Curuca, Felipe Dias, Diego Valderrama e Marcos Paullo; Gabriel e Muller.
Globo Esporte ma