........

25 junho 2016

Policiais civis desabafam contra o governador Flávio Dino

Gilberto Leda

Resultado de imagem para imagens policia civil,

Policiais civis que até o início da semana estavam em greve e que foram obrigados pela Justiça a suspender o movimento, se manifestaram nas redes sociais contra a política salarial aplicada pelo governador Flávio Dino (PCdoB) ao servidor público.
O desabafo da categoria foi feito por meio do perfil, no Facebook, da Polícia Civil do Maranhão, que é administrada por policiais.
Os policiais lembraram que para os delegados de polícia, Flávio Dino assegurou reajuste salarial de 40%, mas para investigadores e escrivães, o reajuste foi de apenas 5%.
“Ou seja, para o governador vale, no funcionalismo público,a lógica dos ricos cada vez mais ricos e dos pobres cada vez mais pobres. Vergonha!!”, afirma a página.
Com a palavra, o governador Flávio Dino…

PRF apreende na BR 010 mil caixas de cigarros contrabadiados

Pinheiro Foto



Na tarde desta sexta feira(24) na Unidade da PRF em Imperatriz, localizada na BR 010, km 260, próximo ao Povoado Lagoa Verde, a equipe da PRF um caminhão de placa ODH-3807/ES, com mil caixas de cigarros contrabandeados, com o motorista Sérgio Aparecido Ricardo, de 41 anos, natural do Estado do Paraná, foi encontrados a quantia R$ 8.514,00 (oito mil quinhentos e quatorze reais) em espécie, 01 aparelho GPS, 02 aparelhos celulares com 02 chips.
A PRF constatou que caminhão foi roubado em 18 fevereiro de 2015, no Posto do Detran/TO em Taquaralto, distrito de Palmas/TO, Segundo o condutor ele recebeu o caminhão já carregado em Marília/SP e tinham como destino Belém/PA



24 junho 2016

Abertura das festas juninas em Gonçalves Dias promete muita animação e alegria


Hoje Sexta-feira 24/06, é a grande abertura das festas juninas, a famosa festa das barraquinhas, que promete arrastar multidões durante esse período junino, a minimação hoje fica por conta da banda de forró que está sacudindo o maranhão. Sound Forrozeiros que vai sacudir e balançar a galera gonçalvina.
Tem quadrilhas locais e de cidades vizinhas, apresentando danças folclóricas e regionais, essa você não pode perder.

Confira a programação do arraiá 2016 em Gonçalves Dias

Sexta 24/06 abertura

Banda Sound Forrozeiros
Quadrilhas local e das cidades vizinhas

Sábado  25/06

Banda Forró na veia
Novilho de Santo Antonio dos Lopes, boi de Gonçalves Dias e quadrilhas locais e de cidades vizinhas.

Domingo 260/06

Dupla Evandro e Evanilson, Banda Forró na mídia apresentações da escola Tia Benta e    quadrilhas locais e de cidades vizinhas.
Segunda  27/06 Cantor Daniel Costa  e atrações das escolas da sede e demais localidades e disputado " Troféu  Cultura " .

Terça dia  28/06 Grande encerramento

 Banda Muleque Doido 
Banda Farra da Gordinha, dança portuguesa de Governador Archer.,
O período junino em  Gonçalves Dias está recheado de atrações portanto você que gosta de se divertir com tranquilidade venha para o nosso arraiá e curta pra valer.
O arraiá 2016 é organização pela Secretaria Municipal de Cultura Na pessoa de Yanamara Jorge.
Realização prefeitura municipal de Gonçalves Dias,  "cidade de todo s nós"
Administração Vilson Andrade

Sampaio Corrêa deve ter mudanças no meio-campo para enfrentar o Oeste

Sampaio vem ultimando preparação para enfrentar o Oeste pela Série B (Foto: Sampaio / Divulgação)
Dando continuidade ao seu característico estilo do suspense quanto as escalações, o técnico Wagner Lopes segue a linha do 'tudo pode acontecer' quanto ao onze que vai a campo diante do Oeste, neste sábado, pela Série B.
O treinador continua sem contar com os atacantes Edgar e Pimentinha e o meia Daniel Barros, ambos com problemas musculares. Em contrapartida, ensaia pelo menos uma estreia diante da equipe paulista.
Recém-contratos, o meia Lucas Sotero e o volante Fabinho Baiano já estão trabalhando com o grupo em São Paulo-SP e podem pintar como novidade no time. Os jogadores aguardam regularização e se tiverem condição, vão no mínimo no banco. Sotero é o mais cogitado para garantir titularidade já na sua primeira partida.
Após um mal-estar que o deixou fora da última partida, Léo Gago deve voltar ao time e a tendência é que Wagner Lopes faça opção por mais marcação no meio-campo e volte a ter três volantes.
Meia Lucas Sotero e volante Felipe Baiano iniciaram trabalhos já em São Paulo-SP (Foto: Sampaio / Divulgação)
Diante do Oeste, o Sampaio deve ir com Rodrigo Ramos; Eder Sciola, Luíz Otávio, Wagner e Rafael Estevam; Renan Ribeiro, Diego Lorenzi, Léo Gago e Lucas Sotero (Cleitinho); Jean Carlos e Elias.
A partida entre Oeste Sampaio será realizada neste sábado, às 21h. O confronto está marcado para a Arena Barueri.
G1 MA

Ex-prefeito de Buriti é preso e conduzido para o presídio de Pedrinhas

A prisão do ex-gestor foi determinada pelo juiz José Pereira Lima Filho, da comarca de Buriti. Os motivos da prisão do ex-gestor não foram revelados à imprensa.

O ex-prefeito de Buriti/MA Francisco Evandro Freitas Costa Mourão, o ‘Neném Mourão’, foi preso na manhã desta sexta-feira (24) quando tentava sair de sua residência.

A prisão do ex-gestor foi determinada pelo juiz José Pereira Lima Filho, da comarca de Buriti. Os motivos da prisão do ex-gestor não foram revelados à imprensa.

‘Neném Mourão’ foi recambiado para o Complexo Penitenciário de Pedrinhas, em São Luís/MA. A informação da prisão foi confirmada pelo delegado de Buriti, Josamar Rocha.

Multado em R$ 508 mil pelo TCE por irregularidades em prestação de contas

No mês de abril deste ano, o Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA), julgou a Tomada de Contas Especial realizada no município de Buriti para verificar os atos de gestão cometidos no exercício financeiro de 2012, sob a responsabilidade do ex-prefeito Francisco Evandro Freitas Costa Mourão, determinando que o ex-gestor pagasse multas que totalizam R$ 508.814,15.

No procedimento de Tomada de Contas Especial, auditores do TCE comparecem ao município para ter acesso à documentação relativa ao dever constitucional de prestar contas que não foi enviada à instituição pelo gestor responsável dentro dos prazos previstos.

De posse desta documentação, os auditores retornam ao Tribunal para a realização das análises e a confecção dos relatórios técnicos que serão levados ao plenário para que os conselheiros façam o julgamento dos atos administrativos cometidos pelos gestores.

Entre as principais irregularidades identificadas sob a responsabilidade de Francisco Costa Mourão encontram-se: não pagamento de contribuições previdenciárias, irregularidades no processamento de despesas e ausência de licitações. 

Gilberto Lima

23 DE JUNHO DE 2016 ÀS 16H6 MPF lançou novo site da Campanha 10 Medidas contra a Corrupção

MPF lança novo site da Campanha 10 Medidas contra a Corrupção
O Ministério Público Federal (MPF) lançou, nesta quarta-feira, 22 de junho, novo site da Campanha 10 Medidas contra a Corrupção. A página apresenta a história da campanha, por meio de linha do tempo, com notícias sobre a evolução do projeto desde sua criação, em 2014.Além disso, traz, de forma interativa, galeria de fotos, vídeos, áudios e posts do Facebook; perguntas frequentes sobre a campanha, artigos e informações sobre a tramitação Projeto de Lei (PL) 4.850/2016, que reúne todas as medidas sugeridas pelo MP brasileiro.
No menu “Campanha”, o site disponibiliza listas de apoiadores por categoria, personalidade e por estados. Nesse link, o usuário pode conhecer as instituições e as pessoas que dedicaram, de forma voluntária, tempo, espaço e recursos para a Campanha 10 Medidas contra a Corrupção.
Também é possível ter acesso aos documentos da campanha como ficha de assinaturas, propostas legislativas, resumo das medidas, carta de apoio e sumário executivo. O número de assinaturas obtidas pelo “Assinômetro”, com os totais por unidades da federação, também está disponível.
Para os visitantes que têm dúvidas sobre a coleta de assinaturas, apoio à campanha, aprovação das medidas pelo Congresso Nacional, entre outros questionamentos, basta acessar o menu “Perguntas frequentes”.
Já no item “Tramitação no Congresso”, é possível consultar o andamento do (PL 4850/2016), na Câmara dos Deputados, assim como o de outras várias iniciativas legislativas que contemplam pontos sugeridos no pacote anticorrupção do MP brasileiro.
O internauta também poderá conhecer alguns dos produtos utilizados ao longo da campanha que coletou mais de dois milhões de assinaturas em oito meses, como adesivos, camisetas, broadsidebanner de lona, filipeta, outdoor, anúncio de revistas e adesivo para camiseta.
A campanha - As 10 medidas reúnem 20 propostas de alterações legislativas que visam aprimorar a legislação brasileira de combate à corrupção. Busca-se, entre outros ajustes, a criminalização do enriquecimento ilícito; aumento das penas e crime hediondo para corrupção de altos valores; celeridade nas ações de improbidade administrativa; reforma no sistema de prescrição penal; responsabilização dos partidos políticos e criminalização do caixa 2.
Inicialmente desenvolvido por integrantes da força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, o conjunto de medidas de alterações legislativas foi aperfeiçoado e referendado por comissão de membros do Ministério Público Federal instituída pelo procurador-geral da República, Rodrigo Janot, em janeiro de 2015.
Em março do mesmo ano, as propostas de anteprojetos de lei foram apresentadas à sociedade civil e disponibilizadas no portal do MPF para críticas e sugestões. Depois de receber contribuições de especialistas e cidadãos, as medidas foram encaminhadas ao Congresso Nacional, no final de maio, pelo coordenador da Câmara de Combate à Corrupção do MPF, órgão responsável pela condução institucional do projeto.
A coleta de assinaturas em apoio às 10 Medidas, necessárias para apresentar as propostas em forma de projeto de iniciativa popular, teve início em julho de 2015. Em oito meses, mais de mil instituições – entre igrejas, universidades, associações, estabelecimentos comerciais, empresas e organizações não governamentais – declararam apoio formal à ideia e mobilizaram voluntários em todo o país em prol da causa.
Em 29 de março o MPF realizou cerimônia de entrega à sociedade civil das mais de dois milhões de assinaturas coletadas por cidadãos de todo o Brasil em apoio à campanha. Organizado pela Câmara de Combate à Corrupção do MPF, o evento reuniu mais de 600 pessoas, entre autoridades, artistas, representantes de entidades civis e voluntários.
As assinaturas foram levadas ao Congresso Nacional pela própria sociedade. No mesmo dia, a Frente Mista de Combate à Corrupção apresentou à Câmara dos Deputados o Projeto de Lei 4850/2016, agora em discussão pelo Poder Legislativo.

MPF/MA pede que a empresa Suzano interrompa desmatamento do cerrado maranhense

O Ministério Público Federal no Maranhão (MPF/MA) propôs ação contra o Estado do Maranhão, o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e a empresa Suzano Papel e Celulose S.A. por conta dos impactos causados pela expansão dos plantios de eucalipto na região do Baixo Parnaíba maranhense, com autorização da Secretaria de Estado do Meio Ambiente e Recursos Naturais (Sema). Os municípios afetados são Santa Quitéria do Maranhão, Urbano Santos e Mata Roma.
O MPF/MA tomou conhecimento dos problemas socioambientais provocados pela Suzano por meio de pesquisa encaminhada por um programa de pós-graduação. A pesquisa mostra que a atuação da empresa estaria prejudicando o modo de vida e a economia de comunidades tradicionais da região por conta da intervenção ambiental descontrolada, que alterou significativamente o cenário local.
Alguns dos impactos causados pelo empreendimento agrícola são o desmatamento da vegetação nativa, ocasionando a escassez de frutas, plantas medicinais, madeira e caça, e a contaminação dos recursos hídricos pela utilização de agrotóxicos em larga escala. Os agrotóxicos estariam contribuindo também para o aparecimento de doenças respiratórias e de pele em crianças. Outro problema apontado é o consumo de água em grande quantidade por parte da empresa, provocando, assim, o esgotamento de lagoas e causando redução na vazão de cursos d'água.
Segundo o MPF/MA, o Estado foi omisso, pois cabia à Sema não somente a responsabilidade de expedir a licença ambiental para o empreendimento da Suzano, como também monitorar suas atividades e propor ajustes quando necessário. Diante da omissão da Secretaria, o MPF solicitou ao Ibama que realizasse análises técnicas no local, mas, apesar de ter constatado as irregularidades, limitou-se a afirmar que a análise seria de competência apenas do órgão estadual que emitiu a licença, já que ele dispunha dos documentos e estudos ambientais necessários à compreensão da realidade.
De acordo com o procurador Alexandre Soares, autor da ação, "o Ibama possui o dever institucional de coibir abusos e danos ao meio ambiente ecologicamente equilibrado, vez que se trata de órgão executor da Política Nacional do Meio Ambiente", conforme entendimento do Tribunal Regional Federal da 1ª Região (TRF-1).
Na ação, pede-se liminarmente que a Suzano seja obrigada a interromper a expansão e implantação de florestas de eucalipto na região do Baixo Parnaíba no prazo de 72 horas, sob pena de multa e ressalvada a manutenção dos plantios já existentes. O MPF/MA quer ainda que o Estado e o Ibama acompanhem e fiscalizem efetivamente a execução da medida restritiva. Em caso de descumprimento, requer-se que o Estado suspenda a licença para operação concedida ao empreendimento.

23 junho 2016

Policia desarticula quadrilha envolvida em roubos de caminhões dos Correios no MA

A Policia Militar em conjunto com a Polícia Civil no município de Açailândia, conseguiu prender na terça-feira (21) uma quadrilha envolvida em roubos de caminhões dos Correios na Região Tocantina. Os suspeitos do assalto estão presos e foram autuados em fragrante.
A prisão de suspeitos levou os policiais a encontrar outros criminosos que faziam parte de uma associação criminosa que agia no interior do Maranhão. Segundo a polícia, os suspeitos envolvidos são Matusael Soares da Costa, de 27 anos, Francivaldo Guedes dos Santos, 39, Hernandes Nascimento Santos, 34, Mateus Costa do Nascimento, 26, Regilda Pinheiro de Andrade, 32, e Carlos Antônio Passos da Silva, 43, que é apontado pela polícia como líder da quadrilha.
A carga roubada foi encontrada na residência dos suspeitos. No local, foi aprendido pela a polícia armas de fogo e quatro veículos utilizados na ação criminosa.
De acordo com o delegado regional de Açailândia, Murilo Lapenda, o último suspeito de participar da se encontrava na cidade de Imperatriz, a 626 km da capital e estava com um carro roubado há três dias. Também foi encontrado em poder dele armas de fogo e um maçarico a gás que era usado para roubar caixas eletrônicos.
“De imediato, ele assumiu a prática delitiva. Acabou mostrando aos policiais onde estava o produto do roubo, em sua residência e a partir daí foi como a queda de um dominó. Um por um, nós fomos encontrando esses indivíduos que participaram do fato. O último indivíduo a ser preso já na cidade de Imperatriz estava em poder de um carro roubado há três dias, arma de fogo e um maçarico a gás utilizado aí para fazer caixa eletrônico, no Interior do estado”, revelou o delegado.
O assalto aconteceu no último dia 15 de junho na localidade conhecida como Chapadão, situada na BR- 010, na Região Tocantina. Segundo o motorista do caminhão da Agência dos Correios, o veículo foi interceptado e levado pelos seis criminosos para uma estrada vicinal.
G1

PF desarticula quadrilha de tráfico transnacional de drogas no MA e MT

100 kg de cocaína foram apreendidos com apoio da PRF (Foto: Divulgação/Polícia Federal)
A Polícia Federal (PF) deflagrou na manhã desta quarta-feira (22) nas cidades de São Luís (MA) e Cáceres (MT), a Operação Rota 65, com objetivo desarticular associação criminosa especializada no tráfico transnacional de drogas. Foram cumpridos um total de 12 mandados de prisão preventiva, um de condução coercitiva e sete mandados de busca e apreensão, mobilizando um total de 40 policiais federais nos dois Estados
As investigações, iniciadas no ano de 2015, levaram à identificação desta associação especializada no tráfico de cocaína oriunda da Bolívia, tendo como destino traficantes atuantes no Maranhão. A droga ingressava no país por meio da província de San Matias, na Bolívia, passava por fornecedores brasileiros residentes no município de Cáceres e era transportada em compartimentos ocultos no interior de veículos até a capital maranhense.
Na investigação, a PF apreendeu, com apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), no Maranhão, de cerca de 100 kg de cocaína além da prisão em flagrante de cinco envolvidos. O núcleo maranhense tinha ligação com uma das principais facções criminosas atuante no Maranhão, e dominava o tráfico de drogas nos bairros do Barreto e Ivar Saldanha na capital maranhense.
O nome atribuído à operação faz alusão ao DDD da cidade de Cáceres, por onde a droga, oriunda da Bolívia, ingressava em território nacional, e seguia por rodovia até o Maranhão.

Comissão de Saúde discute sobre destinação de recursos para assistência médica no Estado

Comissão de Saúde discute sobre destinação de recursos para assistência médica no Estado
A Comissão de Saúde da Assembleia Legislativa recebeu, na manhã desta quarta-feira (22), a visita de uma comitiva do Conselho de Secretários Municipais de Saúde (Cosems), que apresentou – durante reunião realizada na Sala das Comissões – um estudo que aponta o Maranhão como um dos estados que menos recebem recursos do Governo Federal para custeio das ações de média e alta complexidade na rede pública de saúde.
O presidente da Comissão de Saúde, deputado Antônio Pereira (DEM), convidou os integrantes do Cosems para que eles fizessem uma explanação sobre o recente estudo realizado pela entidade acerca de repasses de recursos da União para a área da saúde no Maranhão.
A explanação foi feita pela secretária geral do Cosems, Aila Freitas, pelo economista Pedro Jansen e por Lílio Estrela de Sá, assessor técnico do Cosems. Eles explicaram que o Cosems teve o cuidado de realizar um cuidadoso estudo que tem como objetivo a recomposição do teto estabelecido pelo Ministério da Saúde para ações de média e alta complexidade no Estado.
De acordo com os representantes do Cosems, o Maranhão está entre os Estados que menos recebem recursos da União para custeio das ações de média e alta complexidade, só ganhando do Pará e do Amazonas. O deputado Antônio Pereira informou que esta reunião foi o primeiro passo para a Assembleia Legislativa aprofundar a discussão em torno da Lei Orgânica da Saúde (Lei 8.080, de 19 de setembro de 1990) e sobre o repasse de verbas federais para a rede estadual de saúde.
Segundo ele, outras reuniões serão realizadas, a partir de agora, para dar prosseguimento à discussão. Além do deputado Antônio Pereira, também participaram da reunião dos deputados Fábio Braga (SD), Levi Pontes (PCdoB), Wellington do Curso (PP) e Stênio Rezende (DEM).