.. ... ..

20 abril 2017

“Máfia das Próteses” do DF deve causar dores de cabeça ao deputado André Fufuca



Quando o UCHO.INFO afirma que Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) é vitrine para políticos que passam longe do desejo de investigar escândalos e denúncias graves, não o faz com o intuito de causar polêmica. De igual modo, alguns parlamentares mais ousados fazem das CPIs uma cornucópia de ocasião, como demonstra a história recente, achacando investigados e depoentes, como se batida de carteira fizesse parte do mandato eletivo.
Um desses casos estranhos no âmbito do Congresso Nacional foi a CPI das Próteses e das Órteses, que tramitou em 2015 na Câmara dos Deputados, sem que o relatório, sob a responsabilidade do deputado federal André Fufuca (PP-MA) – à época estava filiado ao PEN –, tivesse solicitado o indiciamento do principal envolvido no esquema criminoso. No máximo, Fufuca sugeriu às autoridades os nomes dos que deveriam ser investigados e denunciados, além de defender quatro projetos de lei (PL) para coibir as fraudes no mercado de implantes. Em suma, o líder da quadrilha que operava no Distrito Federal foi poupado no relatório final da CPI.
Segundo investigação jornalística iniciada pelo UCHO.INFO, uma das empresas envolvidas no esquema criminoso teria pago propina de R$ 4 milhões para ser poupada pela CPI. Em conversa com o UCHO.INFO, André Fufuca disse que se o pagamento (R$ 4 milhões) de fato ocorreu, o dinheiro terá de ser devolvido, pois o que foi prometido de forma criminosa deixou de ser cumprido.
LÊIA MAIS AQUI

Nenhum comentário: